Programa de Apoio a Agropesquisa Paranaense disponibiliza R$ 11, 7 mi para projetos

Programa de Apoio a Agropesquisa Paranaense disponibiliza R$ 11, 7 mi para projetos

Objetivo é apoiar as atividades de pesquisa em redes colaborativas e fortalecer programas de conservação de solo e água no Estado

Com o objetivo de apoiar atividades de pesquisa e desenvolvimento em redes colaborativas ligadas a agropesquisa paranaense, a Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Estado do Paraná (FA), em parceria com a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Estado do Paraná (SETI) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural do Estado do Paraná (Senar-PR) convidam pesquisadores das instituições de ensino superior e dos institutos de pesquisa e organizações sociais  paranaenses, a apresentarem propostas para compor a Rede Paranaense de Agropesquisa e Formação Aplicada. Trata-se de um programa integrado de pesquisa de abrangência estadual que será formado por até 7 redes regionais de pesquisa do Estado do Paraná.

 O valor disponível para os projetos será de R$ 11,7 milhões e o prazo para submissão eletrônica das propostas é ate às 17h59 do dia 2 de maio de 2017. A documentação impressa deverá ser encaminhada até 9 de maio. O prazo de execução das propostas a serem apoiadas será de até 48 meses contados a partir da assinatura do instrumento de convênio, podendo ser prorrogada por mais seis meses. Acesse o link http://www.fappr.pr.gov.br/arquivos/File/chamadas2017/2017_CP01_Senar.pdf para obter detalhes sobre o edital.

O tema consiste em quantificar o escorrimento superficial e a erosão do solo em sete mesorregiões do Paraná, das quais já existem parcelas implantadas nas regiões Norte e Oeste. Além disso, as redes regionais deverão participar do esforço estadual na integração das informações e dados de forma a permitir a sistematização dos resultados, para fundamentar a elaboração dos critérios técnicos para a implantação de práticas de controle a erosão em todo o estado do Paraná, adequados aos tipos de solo e aos manejos e culturas específicas praticadas nas diferentes regiões.

Os interessados devem estar vinculados à instituição de ensino superior ou instituto de pesquisa, de natureza pública, sediado e com CNPJ do Paraná; Organização Social (Pessoa Jurídica de Direito Privado- OS), sem fins lucrativos com, no mínimo, três anos de atuação, comprovada por meio do CNPJ com situação ativa, experiência prévia efetiva no objeto da parceria ou de natureza semelhante, capacidade técnica/operacional, instalações e condições materiais para o desenvolvimento da pesquisa. Ser instituição de vínculo do proponente e oferecer condições de plena viabilidade para a atuação da rede regional, e sua integração com os demais projetos da rede estadual, assegurando contrapartida de recursos materiais e humanos.

O valor disponível para os projetos será de R$ 11,7 milhões. E até o limite de R$ 300 mil serão utilizados para custos administrativos da Fundação Araucária na condução dos projetos.  Será aprovada uma proposta por mesorregião, totalizando sete propostas, distribuídas, conforme os itens subsequentes. Poderão ser submetidas propostas de pesquisa científica, tecnológica e/ou inovação, dentro das linhas temáticas previstas no regulamento, no valor global de até R$ 2.145.000,00, exceto para as mesorregiões Norte e Oeste. Para os projetos dessas mesorregiões o valor global é de até R$ 487.500,00,

Mais informações no link http://www.fappr.pr.gov.br/arquivos/File/chamadas2017/2017_CP01_Senar.pdf.

Share this post