Erosividade de chuvas no estado do paraná: atualização e influência dos eventos “El Niño” e “La Niña”

Erosividade de chuvas no estado do paraná: atualização e influência dos eventos “El Niño” e “La Niña”


Project Description

Erosividade de chuvas no estado do paraná: atualização e influência dos eventos “El Niño” e “La Niña”

Descrição

A erosão hídrica é uma das principais causas de perdas de solo na maioria das regiões do planeta. Nas regiões tropicais e subtropicais estas perdas são maiores, devido a elevada erosividade das chuvas, principalmente durante eventos climáticos como o El Niño e La Niña. O objetivo deste trabalho foi estimar a erosividade das chuvas para o estado do Paraná e avaliar a influência dos eventos climáticos El Niño e La Niña. A erosividade das chuvas foi estimada utilizando-se o método pluviométrico. A influência dos fenômenos El Niño e La Niña, foi determinada, separando-os em períodos: Geral, Neutro, El Niño e La Niña. À partir dos dados de precipitação média mensal (p) e anual (P) de cada localidade, foi calculado o coeficiente de chuva (Rc), que, aplicado como variável independente na correspondente equação linear regional, resultou na erosividade estimada para cada localidade, as quais reunidas e processadas, utilizando técnicas de interpolação geoestatísticas, deram origem aos mapas isoerodentes, que indicaram um aumento na erosividade média anual de 500 a 1000 MJmmha-1h-1ano-1, dependendo da região. As chuvas mais erosivas do Estado ocorreram nas regiões litorânea, oeste e sudoeste, contudo em períodos diferentes: na região litorânea em janeiro e no oeste e sudoeste em outubro. A influência dos eventos El Niño e La Niña foi mais expressiva no mês de novembro. Nesse mês, e dependendo da região do Estado, a erosividade das chuvas aumentou 40 a 100%, no caso de El Niño, e diminuiu 10 a 50%, no caso de La Niña, sendo a região sudoeste a mais afetada pela elevada erosividade em períodos de El Niño e pela baixa precipitação em períodos de La Niña.

Download

Project Details