FEAPr convida NEPAR-SBCS para compor Grupo de Trabalho Nacional

FEAPr convida NEPAR-SBCS para compor Grupo de Trabalho Nacional

Desde a sua criação, há pouco mais de uma década, o NEPAR-SBCS sempre procurou o envolvimento não apenas com a comunidade científica, mas com todos os atores vinculados a produção agropecuária brasileira. Nesse período foram promovidos diversos eventos técnico-científicos e realizadas várias publicações, com destaque para os manuais de adubação e calagem e de manejo e conservação do solo e da água para o Paraná, antigas aspirações do setor produtivo.

Em relação ao tema “manejo e conservação do solo e da água”, o NEPAR-SBCS vem atuando em conjunto com a Rede Paranaense de Apoio à Agropesquisa e Formação Aplicada, uma iniciativa público-privada que visa gerar informações para o Programa Integrado de Conservação de Solo e Água do Paraná (Prosolo), desenvolvido pelo governo do estado, por meio da Secretaria da Agricultura e Abastecimento.

Além disso, o NEPAR-SBCS organizou, em novembro de 2016, a “XX Reunião Brasileira de Manejo e Conservação do Solo (XX RBMCSA)”, em Foz do Iguaçu, onde o tema “Governança do Solo” foi extensivamente debatido em vários simpósios e mesas de discussões. Das discussões, que integraram professores, pesquisadores, técnicos e representantes de órgãos públicos de fiscalização, do Ministério Público, das Secretarias de Agricultura e Ministério da Agricultura, chegou-se ao consenso de que a questão do manejo e conservação de solo e água é também uma questão de governança que precisa ser discutida de forma conjunta, com todos os atores. As discussões chamaram a atenção para a necessidade de que a sociedade, não só o agricultor, mas também o cidadão urbano, os políticos, legisladores e educadores entendam que o solo é frágil e precisa ser bem manejado. Uma governança em conjunto com todos os atores, irá trabalhar efetivamente para uma melhor conservação do solo. A erosão sempre foi e continua sendo um problema, mas existe preocupação renovada com a questão por conta das mudanças climáticas. O NEPAR-SBCS, através da XX RBMCSA, trouxe para o debate a questão do projeto de lei nacional de conservação do solo, que está sendo elaborado pelo Ministério da Agricultura (Mapa). Este projeto é uma proposta de governo que está em elaboração há vários anos, cujas discussões e encaminhamentos devem ser estimulados para que a sociedade brasileira possa, finalmente, ter uma legislação que de contornos à uma produção agropecuária de forma sustentável, com proteção dos recursos naturais.

Todo esse nohall, desenvolvido ao longo de sua história de atuação, sensibilizou a Federação Paranaense de Engenheiros Agrônomos (FEAPr). Esta, reconhecendo o papel da ciência e a importância do envolvimento do setor produtivo com a comunidade científica, oficializou convite para que o NEPAR-SBCS indique dois representantes para compor um Grupo de Trabalho (GT) em Manejo e Conservação do Solo e da Água junto a CONFAEAB (Confederação dos Engenheiros Agrônomos do Brasil).

A necessidade de formação desse GT foi debatida no XXXI Congresso Brasileiro de Agronomia, promovido pela CONFAEAB, em agosto de 2019, na cidade do Rio de Janeiro. Esse GT será constituído por especialistas de todo o Brasil e tem por objetivo atuar técnica e politicamente junto aos órgãos governamentais visando propor leis que respaldem a atuação do Engenheiro Agrônomo e que possam, peremptoriamente, auxiliar no controle da erosão dos solos agrícolas brasileiros, algo que vem produzindo profundos danos sociais, econômicos e ambientais.

Farão parte desse GT, representando o estado do Paraná, por decisão da Diretoria do NEPAR-SBCS, em consonância com a Comissão 3.3 – Manejo e Conservação do Solo e da Água, o pesquisador do IAPAR, Dr. Arnaldo Colozzi Filho, e o Professor da UTFPR, Dr. Luís César Cassol.

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *