Curso de Manejo de Solo e Água capacita profissionais em todo o Paraná

Curso de Manejo de Solo e Água capacita profissionais em todo o Paraná

Capacitação é oferecida gratuitamente pelo SENAR-PR, como parte do PROSOLO.

Dentre os objetivos do Programa Integrado de Conservação de Solo e Água do Paraná (PROSOLO), está a capacitação de produtores rurais e profissionais atuantes no setor agrícola paranaense para que as ações de conservação do solo e da água sejam utilizadas corretamente. É neste sentido que o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – SENAR oferece o Curso de Manejo de Solo e Águas em Propriedades Rurais e Micro Bacias Hidrográficas. A qualificação é gratuita e destinada a engenheiros agrônomos, engenheiros agrícolas, engenheiros florestais e técnicos com registro no CREA-PR.

As turmas têm vagas limitadas e para facilitar a participação, o conteúdo está organizado em 14 módulos, sendo 11 em EAD e 3 presenciais*:

  •     Introdução
  •     Pedologia – principais solos do Paraná
  •     Hidrologia – recursos hídricos
  •     Legislação – solo e água
  •     SIG – Sistema de Informação Geográfica
  •     Diagnóstico de propriedade e microbacia hidrográfica
  •     Estradas rurais
  •     Aula de campo dos módulos VI e VII*
  •     Práticas conservacionistas – manejo de solo
  •     Elaboração de projeto a nível de propriedade rural e práticas
  •     mecânicas de conservação do solo
  •     Elaboração de projeto a nível de microbacia hidrográfica
  •     Aula de campo dos módulos X e XI*
  •     Seminários especiais
  •     Defesa do projeto individual*

A Engenheira Agrônoma e Técnica do SENAR-PR, Flaviane Marcolin de Medeiros, chama atenção para o histórico positivo do nosso estado, que foi referência no manejo do solo e da água nas décadas de 1980 e 1990 e a necessidade de conscientizar os profissionais e agricultores. “Na última década, o fantasma da erosão voltou. O combate a este problema deve ser através da articulação entre entes públicos e privados, com ações de ensino, pesquisa e da extensão, mas principalmente com a qualificação técnica dos profissionais junto aos agricultores, objetivo que este curso e o Prosolo tem buscado”, explica.

Para Edivan José Possamai, Engenheiro Agrônomo do Instituto Emater (Pato Branco) e participante do curso, o maior desafio para o profissional que atua no manejo do solo e da água é retomar as ações junto aos agricultores, não apenas na adoção da prática do terraceamento. “O exemplo mais claro desta necessidade é a questão do sistema plantio direto, onde a adoção parcial do sistema sem os devidos cuidados com a rotação de culturas, incremento de palhada e cobertura do solo, levou os solos a terem problemas de infiltração de água e consequentemente escorrimento superficial e erosão. Os agricultores já perceberam os problemas decorrentes do manejo do solo e estão receptivos à retomada, inclusive com a adoção de práticas mecânicas”.

“Manejo do solo e água não é uma atividade simples e com receitas prontas. Exige conhecimentos, diagnóstico do ambiente e aplicabilidade por parte dos agricultores. O Prosolo é uma iniciativa importante nesta retomada, congregando várias instituições e o curso foi muito importante neste processo”, conclui Edivan.

Os profissionais interessados em participar da qualificação devem ficar atentos ao site no SENAR e podem conferir online todos os detalhes do curso. Segundo Flaviane, novas turmas serão disponibilizadas em Janeiro de 2018. A Engenheira Agrônoma deixa um alerta aos produtores do Paraná, “fiquem atentos a qualidade física e químicas dos solos de suas propriedades. Afinal, o solo e a água são os bens preciosos que precisam ser cultivados de maneira consciente e sem degradação”, conclui.

Mais informações:
http://senardigital.com/cursos.php

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *